6 dicas para te preparares financeiramente para estudar no estrangeiro

30 Janeiro 2020 | 501

1. PROCURAR UM PART TIME NO CAMPUS OU FORA DO CAMPUS. Não há dúvida de que a melhor maneira de economizar dinheiro é ganhar mais do que aquilo que se gasta, por isso começa a procurar emprego antes de ires viajar de forma a garantir que tens ou continuas a ter um rendimento durante a tua estadia no estrangeiro.


2. ORÇAMENTAR AS DEPESAS. Pratica antes de viajar, corta em algumas despesas que não são essenciais e estabelece objetivos para aprenderes a economizar.


3. COMEÇA A POUPAR. Após teres o teu orçamento sob controlo, tenta colocar algum dinheiro extra nas tuas poupanças.


4. CONSIDERA AS DESPESAS ADICIONAIS. Para além do custo óbvio das propinas, alojamento e etc, tendo em consideração os custos adicionais que podem adevir como os transportes, manuais, comunicações, refeições, lazer, etc.


5. BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO NACIONAIS, INSTITUCIONAIS, LOCAIS e PRIVADAS. Uma das formas mais apelativas de financiar o estudo no estrangeiro é através de bolsas de estudo, verifica no país de destino, na instituição e etc, que tipo de bolsas existem e que requisitos necessitas de ter para teres direito a elas.


6. CONSIDERA TAMBÉM OS CUSTOS ANTES DA VIAGEM. Os custos associados à decisão de estudar no estrangeiro não começam apenas após aterrares no destino. Antes de sair do país, poderás ter alguns custos como obtenção de passaporte, se ainda não tiveres um, visto, caso seja necessário, voos, etc.