É possível receber uma bolsa de estudos para estudar no estrangeiro que cobre as minhas despesas a 100%?

20 Julho 2021 | 126

Obter uma bolsa de estudos completa para estudar no estrangeiro será uma aspiração para muitos. Uma das primeiras coisas que passa pela cabeça de um aluno ao se inscrever numa universidade no estrangeiro é o valor total do curso. Esta é uma preocupação bastante válida que muitas vezes determina a frequência no curso ou não.


Existem vários tipos de bolsas de estudo, no entanto, é importante perceber que quando procuramos informação sobre este tema, que não existe uma resposta universal.


As bolsas que geralmente existem são:

  • Bolsas de estudo oferecidas pela instituição/universidade para o qual te queres candidatar.
  • Bolsas de estudo oferecidas pelo governo do país para o qual queres ir estudar.
  • Bolsas de estudo oferecidas por fundos privados, organizações de caridade e empresas.

Considerando o tipo de bolsas que existem, não é difícil de perceber o que porquê de não haver uma resposta universal.

Os requisitos para as bolsas de estudo variam consoante a instituição e a organização que as atribuí. Por isso, o nosso conselho que é, antes de pensares em obter uma bolsa de estudo, traça um objetivo - qual o país e a universidade para onde quero ir estudar? – Após teres esse objetivo traçado, verifica as tuas hipóteses de entrares nessa universidade e, só depois, deverás pesquisar e informar-te junto da mesma que tipo de bolsas de estudo têm disponíveis e quais são os seus requisitos.

Pesquisa também que tipo de bolsas governamentais existem e quais também são os seus requisitos e, se ainda te for possível, começa a trabalhar para corresponderes a todos eles e candidata-te!


Uma pergunta que muitos estudantes nos colocam é: "É possível receber uma bolsa de estudos para estudar no estrangeiro que cobre as minhas despesas a 100%?


A verdadeira resposta a esta pergunta é "Na sua grande maioria, não". Não há bolsas de estudo totalmente financiadas para estudantes internacionais. Alguns organismos que concedem bolsas podem arcar com quase 85% dos custos totais, mas essas bolsas são limitadas em número. Não mencionando a competição para obtenção destas bolsas de estudo. Deverás ter um histórico académico excecional, além de preencher outros requisitos de elegibilidade específicos.


No entanto, caso sejas cidadão europeu e queiras candidatar-te a uma universidade europeia existem outras formas de obteres ajuda financeira ao abrigo dos direitos do cidadão europeu.


Deixamos-te aqui algumas das coisas que deverás ter em consideração antes de te candidatares a uma bolsa de estudos:


Estar preparado para os requisitos básicos: Alguns dos requisitos óbvios para uma bolsa de estudos incluem os teus certificados académicos, cartas de recomendação e confirmação da candidatura aceite pela universidade.


Verificar os requisitos específicos da bolsa de estudos: Deverás ler os requisitos da bolsa de estudos e as diretrizes para a inscrição com atenção. Certifica-te que preenches todos os critérios de elegibilidade. Além disso, tem atenção aos requisitos específicos de quais documentos devem ser apresentados e respeita os prazos!

Escrever uma carta de apresentação: Junto com os outros documentos que deverás enviar, não te esqueças de escrever uma carta de apresentação que se destaque e que dê a conhecer quem tu és. Inclui pontos que demonstrem as tuas habilidades, competências e realizações. Deverás ser capaz de convencer a quem toma a decisão de que mereces a bolsa.


Ter em conta que a competição para bolsas de estudo é elevada: Estar totalmente preparado não garantirá a bolsa de estudos. Portanto, está preparado para contratempos e, sobretudo, não desistas!